Como sair do Brasil? Entenda o processo de imigração e planeje-se!

Para quem pensa em sair do Brasil e viver tranquilamente em outro país, seja em busca de segurança, qualidade de vida, estabilidade econômica ou melhores possibilidades de carreira,  vêm as dúvidas:

  1. Por onde começar?
  2. Como funciona o processo de imigração para os EUA, Canadá ou um país da Europa?

Esse pequeno roteiro vai ajudar a entender por onde começar a decidir sobre mudar para outro país.

Qual o melhor país para mim?

Se você quer sair do Brasil, a primeira decisão é qual o melhor país para os seus objetivos.

Quero viver no  Canadá:

O Canadá é conhecido por oferecer muitas oportunidades profissionais para imigrantes, em funções específicas. Também possibilita qualidade de vida. Apenas as baixíssimas temperaturas acabam desanimando brasileiros, assim como o perfil mais frio da população local, que dificulta a adaptação.

Quero viver na Europa:

Na Europa não faltam países atraentes para brasileiros, principalmente pela qualidade de vida e ambiente cultural. O fato de muitos brasileiros terem cidadania europeia também facilita o processo de imigração – já que o visto é um dos pontos mais delicados.

Quanto a oportunidades profissionais, elas variam de país para país.

Enquanto alguns têm a economia forte – como a Alemanha ou Dinamarca – outros têm quase tanta instabilidade quanto o Brasil, como acontece com Portugal ou Itália.

É imprescindível pesquisar muito para entender qual países europeus estão oferecendo oportunidades de emprego para imigrantes.

Quero viver nos Estados Unidos:

Os Estados Unidos são um dos destinos favoritos dos brasileiros por oferecer tanto qualidade de vida quanto excelentes oportunidades de carreira,- além concentrar muitas das melhores universidades do mundo. Outra vantagem é a variedade de estilos, que vão desde cidades mais tropicais, como Miami; cosmopolitas, como Nova York; ou pacatas, como Portland.

Leia mais sobre as cidades dos EUA.

Uma das principais barreiras para se morar nos Estados Unidos, no entanto, é a dificuldade para se obter o visto de residência. Nesse aspecto, o visto de investidor tem se tornado uma opção bastante atraente por simplificar o processo de imigração para os EUA.

Os vistos de imigração

Cada país tem leis e regras específicas sobre vistos de imigração – um dos principais desafios de quem busca a imigração.

Os tipos de visto mais comuns são os de turista, estudante, trabalho e investidores, com algumas variações em cada tipo.

Os vistos de turista não são vistos para imigração porque limitam tanto o tempo de permanência quanto a possibilidade de se trabalhar no país. E, na maioria dos casos, é difícil converter esse tipo de visto em um de residência.

Entre os processos de visto de imigração, os mais fáceis são os vistos de estudante ou intercambista. Eles são necessariamente vinculados a algum curso, como línguas ou universitários. Mas, quando permitem trabalhar no país, é sob condições limitadas.

Enquanto cursos de língua só permitem trabalhar meio período, vistos para cursos de pós-graduação possibilitam trabalhar temporariamente no país, mas podem exigir o retorno ao Brasil após esse período.

Veja as diferenças entre o visto de estudante F-1 e o visto EB-5.

Os vistos de trabalho são os mais visados, mas também mais difíceis de conseguir.

As variações são grandes entre os países, mas a regra geral é que não se tire empregos de pessoas locais. Por isso, muitos países exigem que o candidato a empregador prove que não é possível conseguir profissional com qualificações semelhantes no país.

Essa situação é comum em países da Europa. Já nos Estados Unidos, o visto de trabalho só pode ser solicitado uma vez por ano, em um processo com número limitado de concessões anuais.

Entenda mais sobre o visto de trabalho.

Já os vistos de investidor têm se tornado uma opção bastante atraente para pessoas que querem residir com suas famílias no exterior. Basicamente, alguns países concedem o visto de residência a pessoas que invistam em negócios locais. As vantagens são atrair imigrantes de alta renda, criando empregos no país. Desses, o melhor exemplo é o Programa EB-5 dos EUA, que concede o Green Card aos investidores e suas família, sem a exigência de participação na gestão do negócio.

Saiba mais sobre os vistos de investidor nos Estados Unidos.

Como tirar um visto para residir em outro país?

Tirar um visto de imigrante para qualquer país pode ser um processo complicado.

A boa notícia é que é possível contar com ajuda especializada para encaminhar o processo de imigração para os EUA ou outros países, evitando problemas desnecessários.

Para os vistos de estudante, as próprias instituições de ensino e as agências de intercâmbio oferecem o suporte necessário.

Já os vistos de trabalho devem sempre ser solicitados por uma empresa patrocinadora (sponsor), que deve também arcar com as despesas de todo o processo.

Veja o caso de um estudante que, por que não consegue sponsors, está aplicando para o EB-5.

Dependendo do tipo de visto, você pode ou não ter a sua residência no país vinculada apenas àquela empresa, sem possibilidade de mudar de emprego. De qualquer forma, nesse tipo de processo, o ideal é contar com a ajuda de advogados que entendam sobre o assunto.

Já para os vistos de investidor, o primeiro passo é buscar uma orientação especializada, ainda mais necessária. No caso do visto EB-5, que é o programa dos Estados Unidos, há duas possibilidades: fazer um investimento direto, que exige a sua participação na gestão do negócio; ou fazer esse investimento através de um Centro Regional, deixando essa gestão na mão de profissionais experientes.

Leia mais sobre as diferenças dos dois tipos de investimento para o EB-5.

A LCR é um desses Centros Regionais, com todas as certificações necessárias para conduzir o processo de imigração para os EUA, aumentando significativamente as suas chances de aprovação e obtenção do Green Card.

Com a parceria de escritórios de imigração e consultores financeiros experientes, é capaz de ajudar não apenas com o suporte ao processo de documentação e solicitação de visto em si, mas também com as decisões em relação ao negócio que receberá o investimento.

Essa parte é fundamentalmente importante:

  1. Porque esse negócio deve comprovar que pode cumprir exigências do governo americano, como por exemplo, geração de empregos locais.
  2. Porque a lei dos EUA exige que o seu investimento seja feito “sob risco” para dar direito ao Green Card, e contar com uma equipe experiente de consultores financeiros para desenvolver e analisar o plano de negócios é a melhor maneira de mitigar esses riscos.

Saiba mais sobre o processo de imigração com o EB-5 com a LCR!

Contato

Common Questions

O problema mais comum nos casos de EB-5 é a documentação insuficiente da análise da origem dos recursos. Muitas pessoas tentam divulgar o mínimo de informações possível ao submeterem o I-526, o que faz com que o processo retorne com pedido de informações complementares. É melhor fornecer muita informação em vez de pouca, principalmente nesta época de alertas de terrorismo e suspeitas sobre lavagem de dinheiro. Os examinadores das petições enviadas ao USCIS necessitam de uma análise da origem dos recursos bem documentada.

Existem várias diferenças importantes, incluindo:

  • Custo: Frequentemente os investimentos realizados através de um EB-5 Centro Regional são de US$ 500 mil (em TEAs) ao invés de US$ 1 milhão
  • Empregos: O programa EB-5 direto só considera os postos de trabalho diretos gerados pelo negócio (“W-2”), quando o investimento através do Centro Regional permite que sejam considerados os empregos diretos, indiretos e induzidos gerados pelo negócio
  • Flexibilidade: O investimento EB-5 direto requer que o investidor administre o negócio e more perto dele, enquanto o investimento através do Centro Regional permite que o investidor more e trabalhe em qualquer cidade ou estado dos EUA
  • Complexidade: O investimento EB-5 direto só atrai 5% de todos os candidatos ao Visto EB-5 (contra 95% no programa Centro Regional) devido à sua complexidade

Por receber seu Green Card através do investimento (EB-5), você deve ter um Green Card condicional por dois anos. Você deve solicitar a remoção da condição dentro de 90 dias antes de os dois anos se completarem. Uma vez que as condições do seu Green Card condicional forem removidas, você receberá um Green Card incondicional (permanente). Se você solicitar a remoção das condições fora do prazo, você pode ter problemas e deve consultar um advogado. Se você não tiver as condições removidas, o Green Card se tornará inválido no final de dois anos, e seu status de residente permanente será encerrado. Já o Green Card permanente não tem prazo de validade.

Ver Todas

Testimonials

u busco um ambiente com maior segurança, com maior estrutura, tanto infraestrutura das cidades como estrutura educacional e saúde, para meus filhos se desenvolverem.

– Gustavo Lorenci
Como tudo na vida, o projeto tem risco, mas me parece um risco muito pequeno, feito por gente muito competente.

– Flavio Lanes
Escolhi um projeto razoável, sem ser maluco. Gente séria com projeto sério.

– Flavio Lanes
Fui pesquisar empresas que faziam o EB-5 aqui em São Paulo e, entre todas que eu fui visitar e entrevistar, a LCR era a mais completa e mais profissional.

– Lais Freire
A decisão de onde morar será tomada quando minha filha entrar na faculdade. Esta é a liberdade que o EB-5 te dá.

– Flavio Lanes
As maiores dificuldades são as dúvidas, as incertezas de como é o processo, de como vai acontecer a transição entre países, como é o processo documental e tributário.

– Gustavo Lorenci
Ao longo de todo o processo de emissão do visto EB-5 nós temos tido todo o apoio da LCR e, quando precisamos de esclarecimentos, são eles que têm nos dado.

– Lais Freire
Existem empresas focadas em Rússia, China e outras focadas no Brasil. A LCR está se posicionando no mercado brasileiro,  o que facilita muito.  O que é importante para uma pessoa da Coreia ou da China pode ser muito importante para eles, mas não ser importante para um brasileiro e vice versa. Estas outras empresas não entenderiam a nossa realidade.

– Flavio Lanes
Outros vistos não possuem a mesma flexibilidade. Se meus filhos ficarem com o visto de estudante, depois que se formarem, precisa correr atrás de um visto de trabalho, buscar uma empresa que “patrocinar” seu green card.

– Flavio Lanes
Não é meu interesse tocar uma empresa, não é meu foco de negócio, não tenho experiência. Por isso não fiz o EB-5 direto.

– Flavio Lanes
Nós valorizamos a educação. Minha  filha de 15 anos já estuda em Nova Iorque há 1 ano (ensino médio) e meu filho mais jovem está animado com a perspectiva de também estudar lá. O que não queremos é que, depois de 10 a 12 anos estudando nos EUA, eles não possam continuar lá, não faz sentido. Eu quero que eles tenham a opção de fazer o que for melhor para eles com as mesmas opções que os americanos.

– Flavio Lanes
Se não for bem planejado, o teu sonho pode se tornar um pesadelo.

– Flavio Lanes
Sempre tenho duvidas, que é natural, por ser investimento alto, processo burocrático, mudanças da zona de conforto. As questões tributárias são muito peculiares, filosofia muito diferente, mas com governança consegue fazer tudo sem problemas.

– Flavio Lanes
A LCR tem profissionais gabaritados em todas as áreas, tanto parceiros de direito como profissionais que conhecem muito bem o processo do EB-5. Qualquer dúvida que eu levanto é sanada de imediato.

– Gustavo Lorenci
Meu sobrinho sempre quis morar nos Estados Unidos. Ele é do interior, foi fazer intercâmbio, acabou se apaixonando pelo país e resolveu que ia tentar morar lá. Foi estudar, depois levou a namorada. Casaram-se lá e hoje em dia eles têm um filho nascido nos Estados Unidos.

– Lais Freire
A LCR tem sido muito responsiva. Sempre que há demanda, estão próximos e acessíveis.Antes de escolher a LCR, encontrei pessoalmente, fui visitar o escritório nos EUA e fiz reunião com os advogados parceiros de excelente reputação em Nova Iorque.Gente muito fera e profissional.

– Flavio Lanes
O visto EB-5 se caracteriza como um processo mais seguro para uma imigração. São alguns requisitos básicos dispostos em lei. Se você os cumprir, a chance de sucesso é muito maior.

– Gustavo Lorenci
A minha mãe está doando o valor do investimento para o meu sobrinho, pois ela quer que ele, a esposa e o filho tenham um futuro melhor nos Estados Unidos.

– Lais Freire
A vantagem do EB-5, para mim, é não precisar administrar um negócio vinculado ao meu processo de visto nos Estados Unidos. Isso gera uma maior flexibilidade no processo de imigração. Eu consigo manter meu processo em dia nos EUA sem deixar meu negócio aqui no Brasil de lado.

– Gustavo Lorenci
Pode estabelecer residência onde quiser. Porque não tem negócio próprio.

– Flavio Lanes

Procura mais informação sobre EB-5 - Digite seu e-mail

LCR

Contato

São Paulo

+55 11 2500-5984

contato@lcrcapital.com

Rua Afonso Braz, 473 - 9° Andar - Vila Nova Conceição - São Paulo

Este material é meramente informativo, não constitui e não deve ser interpretado como conselho ou consultoria de investimentos, oferta ou compromisso para vender títulos ou valores mobiliários, tampouco solicitação de oferta de compra de títulos e valores mobiliários, conselho ou recomendação para realizar ou concluir nenhuma transação patrocinada pelo programa de visto EB-5. A LCR Partners não realiza análise ou consultoria de investimentos, tampouco gestão ou distribuição de títulos e valores mobiliários no Brasil. Você deve consultar seu assessor jurídico, contadores e/ou consultor fiscal antes de tomar alguma decisão ou ação a respeito da informação fornecida neste documento. Todo e qualquer investimento realizado no âmbito do programa de visto EB-5 deve ser realizado diretamente nos EUA, por instituições autorizadas em tal jurisdição e de acordo com a legislação e a regulamentação aplicáveis, sendo que o interessado deverá contratar seus próprios assessores ou consultores, conforme o disposto acima. Esta apresentação foi preparada para uso exclusivo da LCR Partners, não podendo ser publicada ou divulgada, no todo ou em parte, a qualquer outra pessoa. Este material deve ser interpretado somente em conjunto com a explicação oral feita pelos representantes da LCR Partners. As informações aqui presentadas não podem ser utilizadas para qualquer outro propósito sem a prévia e expressa autorização da LCR Partners. As informações contidas nesta apresentação estão sujeitas a alterações.